Devaneios de um Caminhante Solitário

23 fevereiro, 2006

A Frase Inicial

Não resisto a citar a mais genial forma de se poder começar algo escrito:

“Longtemps, je me suis couché de bonne heure.” (Marcel Proust, in A la Recherche du Temps Perdu)