Devaneios de um Caminhante Solitário

14 março, 2006

A Chatice

O PSD sugeriu, esta terça-feira, na Assembleia da República (AR), a alteração do modelo dos debates mensais, de forma a que estes durem menos tempo, não se prolongando «até às três e tal da tarde» como tem acontecido.

Realmente há coisas muito mais interessantes para fazer do que estar a discutir o futuro de Portugal – no fundo, de fazer o trabalho daquilo para que foram eleitos. Com tantas ilhas paradisíacas para visitar… Como eu os compreendo…

4 Comments:

  • Depois de ver alguns debates na Câmara dos Comuns, certamente eu apoiaria tal ideia. Qual é a piada de estar sentado numa bancada a olhar para uma série de monos que não são sequer capazes de argumentar, embora estejam a receber 3000 euros para isso?

    Parece-me, com franqueza, que a melhor medida está nas reduções salariais avultadas, ou seja, só recebes se fores e se participares, num regime semelhante ao de uma mulher-a-dias, mas ligeiramente mais bem pago e com um trabalho (bem!) mais fácil.

    By Blogger JAS, at 14 março, 2006 22:53  

  • Um salário determinado em presenças ou assiduidade (se bem que com inclusão de faltas em serviço do Estado português - serviço esse que deveria ser fiscalizado... não permitindo mergulhos em S. Tomé ou "serviços" desses)parecia-me uma boa solução...
    Quanto aos monos (uns mais do que outros), para o bem e para o mal, "são os que lá estão", são eles que, no fundo, representam-nos enquanto cidadãos de uma Democracia representativa.

    By Blogger Caminhante Solitário, at 15 março, 2006 00:22  

  • Quantas vezes já foste ao Parlamento ou viste um debate até ao fim?
    O problema é simples: as regras beneficiam quem está no Governo. Quem está na oposição quer sempre alterar, mas quando chega ao Governo deixa de o querer (porque é beneficiado nessas regras). Logo, parece certo que não haverá nenhuma alteração, por muito necessária que seja.

    By Blogger MB, at 15 março, 2006 17:58  

  • Nisso tens razão: só fui ao Parlamento 4 vezes e, apesar de costumar ver alguns debates raramente vejo-os até ao fim. Todavia, deixa-me dizer-te uma coisa: Não sou pago (e bem, como os deputados) para isso. Não é essa a minha profissão e, sinceramente, não tenho tempo para isso porque tenho um curso para acabar(apesar de gostar de ver os debates)
    É normal que as regras beneficiem o Governo. Quem tem, efectivamente o poder de tomar decisões, deve ser privilegiado em relação ao tempo. Deve ter mais oportunidades para se explicar e rebater as críticas que vêm... de todo o lado. Não contesto essa situação. O que contesto é que, como bem disseste, a oposição, permanentemente e independentemente de quem seja,tentar reduzir o seu tempo de empregabilidade. Acho que, sem excepção, são todos privilegiados, são todos deputados - quiçá a profissão com maior prestigio (!) e responsabilidade (!) que existe. Não se façam, então, passar por "coitadinhos"...

    By Blogger Caminhante Solitário, at 15 março, 2006 19:14  

Enviar um comentário

<< Home