Devaneios de um Caminhante Solitário

31 março, 2006

O Barómetro

Há um ano em funções e apesar do apertar do cinto, o primeiro-ministro José Sócrates continua nas boas-graças dos portugueses, os quais continuam a proporcionar ao Partido Socialista uma tendência de subida nas intenções de voto, ao contrário do rival PSD, que perde base de apoio.

Parece que aquilo que a generalidade da oposição mais temia está mesmo a acontecer: aquilo a que chamam “acto de propaganda em que o primeiro-ministro é exímio”, está a convencer a esmagadora maioria dos portugueses que sabem, hoje, que podem contar com um governo estável, eficiente e modernizador. Pelo contrário, é a própria oposição que não tem, sequer, como criticar, não tem argumentos reais e precisos e, pior do que isso, cada vez que o faz, fá-lo mal. E disso se ressente nas sondagens...