Devaneios de um Caminhante Solitário

23 março, 2006

Os Trajes Islâmicos

Em Setembro de 2002, Shabina Begum recusou-se a usar o uniforme imposto pelo colégio, por considerar que não cobria suficientemente o corpo. Foi excluída da escola e a batalha legal arrastou-se nos últimos dois anos. Agora, a justiça britânica deu razão ao colégio. A jovem defende que este é um caso de "violação dos direitos humanos".

É um assunto que importa debater. No geral, sou da opinião que a liberdade religiosa deve ser respeitada ao máximo, que não devem existir descriminações por se ser da religião A ou da religião B. O pluralismo cultural e as próprias constituições dos países ocidentais proclamam a heterogenia religiosa, com o respeito e educação que qualquer religião merece.

Todavia, este é um caso completamente diferente. Na minha opinião, o facto de se praticar uma religião não pode ser “desculpa” para tudo, neste caso, para usar trajes que não se afiguram “legítimos” de se usar numa escola. Acho que deve existir um mínimo de respeito pela sociedade e cultura maioritária do país em que se vive. Da mesma maneira que não se admite – e bem – o uso de chapéus dentro de uma sala de aulas; da mesma maneira que não se admite – e bem - o uso de trajes com ideologias fascistas e propagadoras de violência; da mesma maneira que não se admitem – e bem -, em países islâmicos as “ultra-mini-saias” e os excessivos decotes – pelo menos em determinados locais não turísticos -, uso de trajes religiosos, sejam eles hindus, islâmicos ou até…católicos, não devem, a meu ver, ser também admitidos numa escola pública.

Não é, decerto, ma questão de “desrespeito pelos direitos humanos” mas sim de respeito pela própria sociedade em que se tenta inserir e por um certo código de conduta, fundamental para o respeito mútuo de todos os cidadãos.

6 Comments:

  • Nem ninguém impede a existência de escolas religiosas muçulmanas onde eventualmente tal traje seja obrigatório...
    Parabéns pelo blogue e um abraço,
    a.

    By Blogger AMN, at 23 março, 2006 19:01  

  • É um facto. Da mesma maneira que se proconiza o uso de "fardas" em determindados colégios, também se pode admitir o uso de trajes em escolas muçulmanas.
    Em relação à "A Arte da Fuga", descobri-o por intermédio de uns colegas meus (Pontos Negros).
    Tal como o próprio AMN disse quando os apresentou: eu também não o conheço, não sei quem é (apesar de saber que frequentamos a mesma FDL), não lhe devo nada. Simplesmente, o seu blog tornou-se alvo da minha (e da de muitos) atenção - e daí eu tê-lo adicionado à minha pequena lista de "Outros Devaneios". Nada demais.
    Em relação à felicitação pelo blogue, é com agrado que a retribuo, apesar de, no caso d'A Arte da Fuga, a sua dimensão e popularidade dispense qualquer tipo de elogio da minha parte...
    Abraço

    By Blogger Caminhante Solitário, at 24 março, 2006 02:12  

  • Claro. E há sempre uma solução: eu se não gosto da gravata que me obrigam a usar na escola, ou mudo de gravata ou mudo de escola. Que mania esta das minorias tentarem impor o seu "modus vivendi" aos restantes!

    Já chega do politicamente correcto: mas custa muito assumir que a civilização ocidental É MELHOR que as outras?!?!?

    By Blogger MB, at 24 março, 2006 17:43  

  • Isso, do meu ponto de vista, depende de estarmos inseridos na civilização ocidental, estarmos habituados aos seus costumes e vivências. Se, por acaso, tivéssemos nascido nalgum país árabe, pensaríamos, decerto, de um modo diferente. Assim, sendo, penso que é unânime considerarmos a “nossa” civilização como a melhor…

    By Blogger Caminhante Solitário, at 24 março, 2006 18:55  

  • Não concordo.Penso k se a globalização é uma meta a atingir...e a paz também.. A única coisa a fazer,visto termos TODOS maneiras diferentes de viver,pensar e td o k isso implica..a una coisa a fazer é respeitar a individualidade de cada um..permitindo com isso a integração desse cada um no Todo..e em k nesse todo,a unica coisa k se partilha,é o facto de sermos da mesma especie..e por isso mesmo com os mm direitos..só isso..
    A nossa civilização não é a melhor,penso k até gostaria mais de viver numa outra.
    Penso k com essas imposições da parte do estado em k o k pretende é k kd em tempo de aprendizagem..sejam ateus..é mesmo mt egoista..primeiro pk é na escola k maioritariament se aprende a lidar socialmente e a respeitar os outros(não eskecer k os papás não ensinam td..)ou seja,é desde pekenino k se tem de ter contacto com as difernças e as minorias.. e segundo,é obvio k se fossemos todos ateus,tudo seria mais facil..teriam-se evitado a maioria das guerras..mas a vida não é tão simples..cada um tem a sua crença..e se isso o faz feliz..deixem-no estar..e acreditem k assim não irá haver problemas para ninguem.. e todos iremos viver felizes para sempre..!

    Nunca pararam para pensar pk será k há muçulmanos em escolas publicas?sendo eles tão fechados?....talvez numa tentativa de integração..

    By Anonymous marta, at 25 março, 2006 09:46  

  • Marta: Não estou aqui a dizer que a globalização é boa ou má (ainda que considere ter mais aspectos positivos que negativos). Irá, simplesmente, acontecer, quer queiramos ou não. A “individualidade” de cada um será, na maior parte das vezes, respeitada se esse “um” se integrar convenientemente na sociedade. Esta terá sempre de ser “superiormente considerada” na comparação com a individualidade já que esta está sujeita sempre a regras. Por exemplo: não se pode beneficiar a individualidade pessoal mais do que a colectividade – este seria o primeiro passo, a regra básica, de um modelo anárquico – indisciplinado, violento e sem regras. Em relação ao facto dos Estados optarem por um modelo “ateu” de ensino, a razão é muito simples – é a de, precisamente, procurar o respeito por todas as religiões não tomando partido por nenhuma, nem mesmo a católica.
    Acho que cada um deve ser crente na religião que bem entender desde que saiba respeitar não só as religiões dos outros mas também, respeitar a própria sociedade em que se insere, os seus costumes e regras.

    By Blogger Caminhante Solitário, at 26 março, 2006 19:39  

Enviar um comentário

<< Home