Devaneios de um Caminhante Solitário

29 junho, 2006

Life as we Know it

Como todos sabem (excepto talvez Pacheco Pereira), Portugal joga no sábado, às 16, com a Inglaterra. Os ingleses, esses, se não andam aí a destruir os centros históricos da cidade onde vão jogar, estão, através da sua imprensa dita “tablóide” a “massacrar” o país que se segue no seu calendário de jogos. Publicam entrevistas falsas, põem o Mourinho ao barulho e chamam de “batoteiros e violentos aos portugueses” o que, bem vistas as coisas, até pode ter alguma veracidade...
Entretanto, enquanto algumas das mais importantes fábricas se deslocam para leste, o Governo, devido à “futebolização” do último mês vai continuando a aplicar as suas medidas (correctas, diga-se) sem qualquer tipo de oposição porque, de facto, os partidos que a representam estão, cada vez mais mais, condenados ao despercebimento. Pelo menos nesta legislatura.
Em Timor, parece que o Primeiro-Ministro Alkatiri sempre se vai demitir. Depois de mais de um mês de conflitos armados, eis que este, finalmente, toma a sua primeira decisão acertada desde que foi eleito. Mas o problema não é do sr. Alkatiri. O problema é de quem propôs o referendo em 99 e se esqueceu de uma terceira opção (para além da independência ou da anexação à Indonésia) que foi a de: “Concorda com o restabelecimento de uma soberania provisória sobre o território por parte das autoridades portuguesas, de forma a preparar convenientemente o processo de independência de Timor?
Por cá, Portugal, assume-se cada vez mais como um país cosmopolita. Depois da “tecnologização” feita pelo Governo que põe o nosso país no 11º lugar da União Europeia a ter os serviços público na Internet, surgiu também, no nosso país, aquilo a que se pode chamar um Serial Killer. Parece que um militar reformado da GNR assassinou 3 raparigas em Santa Comba Dão. De facto, é caso para dizer que não é a primeira vez que Santa Comba pariu um monstro: depois de Salazar, eis agora um assassino em série. Com tantas maternidades a fecharem no país, não é caso para fecharem, aqui, também uma?

1 Comments:

Enviar um comentário

<< Home