Devaneios de um Caminhante Solitário

19 setembro, 2006

O Futebol e a Regionalização no País da Corrupção

Como benfiquista convicto e assumido que sou, é-me algo desconfortável escrever qualquer coisa isenta e correcta sobre essa personalidade singular que é Jorge Nuno Pinto da Costa (como diz o meu pai, a única figura em todo o Portugal que é denominada pelos… 4 nomes!). Assim sendo, cito aqui a opinião do João Gonçalves, visto ser alguém conhecido pelo seu anti-futebolismo e que, por isso mesmo, é garantia de isenção no que a esta matéria diz respeito:

"O sr. Pinto da Costa, que andava desaparecido, surgiu ontem à noite a elogiar os autarcas e a regionalização, essa desgraça inaudita que reproduziria "pintos da costa" em miniatura por esse país fora. Como eles - os dirigentes futebolísticos da estirpe de Pinto da Costa e jamais os venais Vieira e companhia - Pinto da Costa sabe o que representa sofrer na carne a maledicência e a injustiça "talibãs" (sic). E, jurou, confia na "justiça". Ele lá deve saber por que é que confia. Eu também sei por que é que não confio."

Após interpelação, a explicação continua aqui.

Como é óbvio, no que diz respeito a esta matéria, não poderia estar mais de acordo com o João Gonçalves. Mal de nós se existissem 10 Pintos-da-Costa. A juntar com os Valentins, com as Felgueiras e com os Isaltinos, seria algo de muito mau, para ser brando...

1 Comments:

Enviar um comentário

<< Home